Domésticos

Animais domésticos são todos aqueles que necessitam do homem para sua alimentação e proteção. Passaram por processos tradicionais e sistemáticos de manejo que alteraram suas características biológicas e comportamentais em estreita dependência com o homem, podendo inclusive apresentar aparência diferente da espécie silvestre que os originou.

Situação dos animais domésticos no Brasil: Dados apresentados pela OMS (Organização Mundial da Saúde) em 2013 indica que a cada 5 habitantes nas grandes cidades brasileiras tenha-se 1 animal doméstico, nas cidades menores esse número passa para cada 4 habitantes um animal. Estima-se que em média 10% deste total estejam vivendo nas ruas, abandonados ou em péssimas condições. A situação dos Centro de Controle de Zoonoses das Prefeituras é lastimável, com uma população acima de sua capacidade não resgatam animais em situação de emergência, deixando para a sociedade a atitude de tirar das ruas um animal que esteja sofrendo e necessitando de cuidados veterinários.

Essa falta de gestão do Estado em cuidar de nossos animais fez com que diversas de pessoas, insatisfeitas com essa realidade, começassem a resgatar estes animais abandonados e levá-los para suas casas, sitíos ou fazendas. A situação foi se agravando com a superlotação nesses locais, devido ao crescente abandonado de cães e gatos pela comunidade do entorno, e a inércia do Estado em apoiar ações eficazes de sua responsabilidade. O grande número de animais eleva as necessidades financeiras e administrativas de manutenção: alimentação, vacinas periódicas, castração, vermifugação, cuidados veterinários e medicamentos para os animais que chegam em condições deploráveis a estes abrigos. Fazem com que a situação desses locais muitas vezes mantidos por uma só pessoa seja pior que as ruas.

Para mudar essa realidade precisamos unir a sociedade para transformar a vida desses animais que são responsabilidade de todos. Assim, como temos direito a usufruir do meio ambiente, dos rios, das florestas e de seus recursos naturais, garantido pela Constituição de 1988 também temos o dever de não poluir os rios, preservar as florestas e cuidar dos animais que estão inseridos no meio ambiente.  

Precisamos desenvolver um plano de ação, criando uma cultura para acabarmos com o sofrimento desses animais abandonados. Ações conjuntas e simultâneas são a solução para criarmos uma sociedade mais digna para nossos animais. 

Campanhas de Castração: Para diminuirmos o crescente números de animais abandonados que sofrem pelas ruas das cidades, e que quando resgatados são aglomerados em instituições que também estão em situação critica é a castração. Uma cadela pode ser responsável pela geração de mais de 200 mil filhotes em seis anos (levando-se em média que reproduza 2 vezes ao ano e que tenha aproximadamente 12  filhotes por gestação, isto depende da raça e porte do animal). Os números são assustadores, por isso a castração para os animais domésticos é muito importante. A castração pode ser:

  • Ovariohisterectomia (retirada do útero e ovários da fêmea);
  • Orquiectomia (retirada dos testículos do macho);
  • Vasectomia (interrupção da passagem dos espermatozóides, o animal acasala mas não é fértil).

Esta é uma das maneiras para diminuir a quantidade de animais abandonados nas ruas. Também podemos incentivar e apoiar a adoção de animais abandonados.

Campanhas de Adoção: a única maneira de diminuirmos o número de animais que vivem em abrigos é incentivando a adoção responsável desses animais através da divulgação nas mídias sociais e de Campanhas de Adoção em diversos pontos da cidade. Muitas vezes as pessoas não dispõem de tempo para visitar um abrigo de animais abandonados, mas gostariam de adotar um. A facilidade de um evento próximo de sua casa aumenta a probabilidade de encontrarmos lares para nossos animais. O Instituto 100% Animais possui um calendário de eventos itinerantes e incentiva o aumento desses eventos na sociedade.

Venha fazer parte desta ação social, seja um voluntário para trabalhar nas feiras ou se cadastre para receber um evento de adoção, disponibilizando um local para encontrarmos adotantes responsáveis. Promover um evento de adoção é muito simples, nos possuímos um Departamento de Adoções com uma equipe especializada para o perfeito andamento do evento. Você só precisa ceder um local, o resto o Instituto 100% Animais se encarrega de tudo.