Rinhas de Aves

As brigas de galos, também conhecidas por rinhas de galo, tem sua origem há mais de 4000 anos, em uma Civilização chamada Vale do Indo, que habitava o entorno do rio de mesmo nome. Esta população vivia na região que compreende o atual Paquistão. Foi trazida para o Brasil pelos espanhóis no século XVII. No Brasil essa atividade é ilícita desde 1998. Janio Quadros, já havia proibido esta prática sarcástica de entretenimento e considerado contravenção penal em 1961. Um ano após, Tancredo Neves revogou esta lei. Em 1998 novamente foi considerada contravenção. 

Essa atividade envolve uma preparação e práticas cruéis com os animais. Eles são isolados de outros indivíduos, não possuem vida sexual, suas penas do pescoço, das coxas e sob as asas são arrancadas ou cortadas, banhos frequentes são realizados para tornar sua pele mais resistente, recebem altas doses de hormônios, são mantidos em gaiolas minúsculas, sofrem uma pressão física e mental para tornar-se verdadeiras máquinas de matar. É lutam até um morrer. Sua vida é breve e penosa. Grandes apostas envolvem essa atividade que ocorrem em ringues clandestinos por diversas partes do Brasil.