Farra do Boi

Originalmente, a farra do boi tem origem no Século XII na Europa, como um ritual de alusão ao arrependimento dos pecados na Semana Santa. Foi introduzida no Brasil, em 1750, com a chegada de pescadores açorianos, que desembarcaram em terras sulistas. Essa atividade consiste em homens, mulheres e crianças perseguirem com facas, paus, e ferramentas cortantes, um boi que fica dias enclausurado, sem comida e água. Desesperado o animal tenta escapar da tirania humana. O objetivo da atividade é feri-lo e machuca-lo até a morte, enquanto o boi assustado luta para viver e alucinadamente procura a saída da cidade. Algumas vezes o animal consegue se desvencilhar dos farristas e  chega ao mar, onde morre afogado. Esta atividade ocorre no Estado de Santa Catarina.