100% Empreendedorismo

 

Dados da última pesquisa divulgados pelo IBGE, em dezembro de 2012, indicam que existia em torno de 290 mil organizações sem fins lucrativos, no país no final do ano de 2010. Essas organizações foram constituídas para diversos propósitos de atuação, entre eles,

religião, associações patronais e profissionais, saúde e pesquisa e defesa de direitos. Deste número em torno de 72,2% não possuíam sequer um empregado registrado, apoiando-se em trabalho voluntário e serviços autônomos.

A falta de profissionalização das entidades leva a diversas dificuldades, muitas vezes financeiras e organizacionais que afetam o andamento das atividades fins para que foram criadas. 

No caso das entidades de defesa de animais, possuímos um outro agravante, a informalidade das atividades sem a constituição da pessoa jurídica, isto é, pessoas sensibilizadas com a situação deplorável que vivem os animais nas ruas, começam a leva-los para suas casas e se tornam protetores independentes. Com o tempo o número de animais cresce e as despesas financeiras aumentam, sem apoio público e social, estes locais acabam se tornando verdadeiros depósito de animais, sem organização estrutural devido a falta de preparo dos gestores, os quais não foram capacitados para a administração das mesmas. Com o passar do tempo, os gestores entenderam que para se perpetuar em suas atividades precisam se profissionalizar adotando modelos de gestão mais sofisticados, semelhantes aos empregados no ambiente corporativo. Desenvolver modelos e padrões para organizações do terceiro setor voltados para a causa animal é uma tarefa desafiadora, que depende de vários fatores, entre eles o bom planejamento estratégico, o planejamento estrutural e organizacional e o planejamento financeiro. O objetivo é substituir o caráter assistencialista e muitas vezes, amador de gestão dessas entidades, por uma administração transparente de sucesso.  Para colaborar com estas pessoas na profissionalização de suas entidades o Instituto 100% Animais criou o programa 100% Empreendedorismo, fomentando o desenvolvimento sustentável em três quesitos de extrema importância, financeiro, estrutural e organizacional destas organizações.

100% Empreendedorismo

Planejamento Estratégico


A gestão estratégica refere-se a decisões referentes a formulação e à implementação de processos para a transformação positiva da entidade. Após visitar e conhecer o projeto fazemos uma reunião com os administradores da instituição para diagnosticar as oportunidades e pontos fortes, as ameaças e as dificuldades, pautamos as metas e definimos as ações necessárias para a estruturação da organização. Discutimos e analisamos conjuntamente todo o processo de rotinas utilizadas, identificamos os principais problemas e sugestionamos as mudanças pertinentes. Após realizarmos este levantamento, buscamos parcerias para implementar as soluções. O planejamento estratégico objetiva a aplicação dos recursos com eficácia na melhoria dos processos e na padronização do bem-estar animal. Administrar um entidade de animais é como gerir uma pequena empresa, precisamos comprar materiais, motivar e treinar funcionários, pagar impostos, estreitar parcerias com fornecedores, atuar na identidade visual da empresa, criar campanhas de marketing para captação de recursos, e além disso se preocupar com a saúde física e psicológica dos animais que ali estão abrigados. O objetivo de uma empresa é a lucratividade, no caso destas organizações, o lucro é o bem-estar dos animais. Quanto mais organizada a instituição estiver, maior será o número de animais atendidos. O crescimento do setor depende do grau de profissionalização das entidades envolvidas na causa animal. A autossustentabilidade é um obstáculo a ser ultrapassado, é uma meta a ser atingida. Para atingirmos a meta definida, antes  analisamos muitos fatores para o planejamento estratégico como:

  • controle de entrada e saída dos animais da instituição;
  • controle compras e doações de produtos;
  • controle de despesas;
  • estado físico dos animais da instituição;
  • controle de entrada e saída do estoque;
  • controle do estoque físico financeiro;
  • controle de ferramentas de administração.

100% Empreendedorismo

Planejamento Estrutural e Organizacional


A estrutura física de muitas organizações do terceiro setor que abrigam animais e residências de protetores independentes muitas vezes são estruturalmente deficitárias, devido ao crescimento desorganizado. Estas instituições enfrentam problemas como, alocação de um grande número de  animais, além de sua capacidade em um pequeno espaço, ou ainda possuem animais que vivem em locais sem as condições necessárias para o seu desenvolvimento, ou ainda abrigam animais que vivem em construções com risco eminente de desabar. Com a análise de profissionais como engenheiros e arquitetos definimos mudanças benéficas na infra-estrutura dessas organizações, objetivando a melhoria das dependência para melhor atender os animais, tais como, construção de canis adequados, implementação de clínica de apoio para atender os animais, a implementação de elementos de entretenimento nos locais que os animais permanecem, como pneus para brincarem, lâmpadas com cores diferenciadas para acalmar os ânimos, música clássica para inserir serenidade, plantas para diminuir o odor dos dejetos, enfim, nada melhor que a análise de profissionais preparados para aprimorar as condições existentes e definir mudanças nas entidades. As organizações precisam estar atentas a diversos detalhes estruturais e organizacionais para o pleno desenvolvimento de suas atividades e o crescimento estruturado de seus projetos.

 

100% Empreendedorismo

Planejamento Financeiro


O planejamento financeiro é uma ferramenta importante na busca da autossustentabilidade da instituição. Por isso, analisamos minuciosamente as despesas dos últimos meses e definimos novas diretrizes orçamentárias. Cortamos custos e otimizamos gastos para a economia da instituição. Desenvolvemos uma lista de compras essenciais, e comparamos preços entre fornecedores, discutimos novos prazos de pagamentos, e traçamos novos objetivos financeiros mensais, que a cada mês são revistos. Indicamos um gerenciador financeiro para acompanhamento das despesas e assim, traçamos novas metas mais rígidas. O aumento do número de animais nas instituições, os quais são abandonados nas portas dos protetores independentes faz com que as despesas aumentem sem controle, por isso, incentivamos Eventos de Adoções para encontrar lares para nossos animais e assim, diminuir as despesas das instituições. Encontrar um equilíbrio entre o que se gasta e o que se arrecada é o objetivo deste processo, mas como não acolher um animal que está agonizando na porta de sua casa? Por isso, na maioria das vezes as instituições funcionam além de sua capacidade financeira gerando déficit orçamentários mensais.

  

Esclarecimentos sobre o projeto 100% Empreendedorismo:

  1. As entidades interessadas no projeto podem se cadastram no site ou entrar em contato direto com a administração do Instituto 100% Animais;
  2. O planejamento de estratégias e o modelo de gestão a ser implementado nas organizações do terceiro setor com foco na causa animal é um processo emergente, na qual as estratégias vão surgindo ao longo do processo, de acordo com as adversidades enfrentadas em cada caso, o processo é dinâmico;
  3. Os gestores tem completa independência na administração das entidades, o Instituto 100% Animais apenas apoio as intervenções necessárias sugeridas pelos profissionais liberais envolvidos no processo;
  4. Após a apresentação do Planejamento Estratégico é assinado um contrato entre as partes para garantir o fornecimento dos serviços propostos;
  5. O Instituto 100% Animais atua como um articulador social na intervenção associada com profissionais liberais interessados em contribuir na transformação social;
  6. Os recursos investidos são oriundos de empresas solidárias e pessoas físicas que colaboram com as atividades dos Instituto 100% Animais;
  7. Não mantemos vínculos empregatícios com as entidades;
  8. O Instituto 100% Animais atua em diversas regiões do país, articulando o processo de engajamento social para a causa animal;
  9. O Instituto 100% Animais constrói pontes entre instituições investidoras e organizações necessitadas;
  10. A melhoria da qualidade da vida dos animais é uma condicional que direciona as atividades do projeto 100% Empreendedorismo.